Margaret: pop polonês com potencial

Essa jovem cantora polonesa, Margaret, começou a ganhar notoriedade de uma maneira um tanto inusitada: em seu primeiro clipe ela é a única pessoa com roupas rodeada por gente nua! Muitos escolheriam o contrário, não?

 

O clipe de ‘Thank You Very Much’ alavancou a popularidade da loirinha e fez com que ela conseguisse que seu single de estreia fosse #2 nos charts de sua terra natal, Polônia, e ainda atingisse o top 40 da Áustria e da Itália. Nada mal para um single de estreia, apesar de parecer pouco. Afinal, de quantas popstars polonesas você já ouviu falar, certo? O final do clipe é bem engraçado, vale a pena ver!

Antes de fazer clipes cômicos, Margaret também já participou de realities musicais, participou de uma banda e fez versões de trilhas sonoras de filmes para o polonês. Para fazer sucesso internacional (ou pelo menos tentar) na Europa, no entanto, o fato é que é preciso cantar em inglês! Depois de ‘Thank You Very Much’ outros três singles em inglês foram lançados e muito bem posicionados nos charts poloneses, obrigado! Mas infelizmente só por lá!

Mas não vamos perder as esperanças, porque Margaret tem um novo single chamado ‘Heartbeat’, extraído de seu álbum de estreia ‘Add the Blonde’, todo em inglês, que atingiu #8 na sua terra natal. A música faria qualquer desavisado achar que se trata de alguma faixa rejeitada por Selena Gomez ou mesmo uma faixa bônus do novo álbum da Hilary Duff. Tem um refrão pegajoso e quando você menos espera você está cantarolando “It’s in my heartbe-be-be-beat for you”.

A linda adora moda e maquiagem e faz questão de mostrar isso em seu instagram (margaret_official) e também no seu clipe. Mas, de volta à música, Margaret tem uma qualidade que empodera e aumenta as chances de qualquer popstar de conseguir sucesso: ela dança bem! Veja.

Ela desce até o chão, samba e mostra que pode ser a nova loira do Tchan. E quando um refrão tem uma coreografia com galopadas e cotoveladas a gente simplesmente não resiste!


Esperamos que este single seja bem divulgado e que Margaret consiga sucesso internacional. Boa sorte! Quem sabe um dia ela não tá desembarcando aqui na América Latina, né?