O mínimo maravilhoso de Tiê

De voz suave e doce e de um carisma único, Tiê é uma das melhores coisas que temos hoje nessa nova safra da MPB.

Seu primeiro álbum, Sweet Jardim de 2009, é o responsável por nos apresentar essa doçura em pessoa. Possivelmente seu trabalho mais cru, Tiê é basicamente acompanhada de um violão e suas composições.

 

Composições essas que reúnem em palavras diretas e sensíveis, coisas banais, sentimentos que todos nós temos durante nossas vidas.

Profusão de sentimentos seria o termo certo para definir o que é o Sweet Jardim, se Tiê celebra o amor, o encontro entre duas pessoas como em Dois e Te Valorizo, também canta sobre os desencontros e sobre o sentimentalismo por trás de um fim de um romance como em Assinado Eu.

 

Em 2011 a paulistana lança seu segundo álbum, o A Coruja E O Coração. Com ele o primeiro sucesso: Piscar o Olho. Tema da novela global Cheias de Charme, onde fala de início e fim de relacionamento de forma descomplicada. Destaque ainda para versatilidade da cantora nesse trabalho em especial, pois nos é apresentada canções mais animadas como em Na Varanda Da Liz e Pra Alegrar o Meu Dia e uma versão inusitada de Você Não Vale Nada.

Três anos se passaram, Tiê investiu em sua própria gravadora e em outros empreendimentos, porém enfrentou um bloqueio criativo. A inspiração então veio depois da insistência de alguns produtores e após uma temporada em Esmeraldas, cidade mineira onde Tiê passa temporadas e temporadas com a família.

Esmeraldas é o disco mais encorpado de sua discografia. Bem carregada no instrumental e com composições curiosas, como em Máquina de Lavar onde basicamente Tiê canta sobre seus dias dedicados à família, confessa alguns erros em Isqueiro Azul, tem seu grande hit A Noite, e Depois De Um Dia De Sonho que além de uma profunda reflexão sobre um dia banal.

Mais uma prova de seu talento: compor e cantar sobre tudo e sobre qualquer coisa!

Ela conta um pouquinho de sua história:

Ela reflete sobre lavar roupa e carregar um turbilhão de sentimentos dentro de si mesma:

 

Quando Tiê canta, você deve parar pra ouvir!

Tagged with: