4 girlbands extintas que você deveria conhecer

Spice Girls, Pussycat Dolls, Destiny’s Child, Girls Aloud,The Saturdays, Rouge, Little Mix… Se você gosta de acompanhar o mundo pop e se amarra em girlbands, esses grupos certamente soam familiares. Porém, num mar de grupos pop algumas girlbands surgem e se desintegram sem sucesso estratosférico, mas nem por isso deixam de nos entregar músicas pop pegajosas e adoráveis.

(Re)lembremos 4 girlbands desvalorizadas:

The Stunners

Ah, o passadoThe-Stunners-Dancin-Around-The-Truth de Tinashe que muitos desconhecem! Sim sim, a linda dona dos hits R&B 2 On e All hands on deck já fez parte de uma girlband.

O quinteto norte americano se formou em 2007, e em 2009 já teve integrante saindo e sendo substituída e mudança de gravadora também.

As meninas ganharam certa popularidade em 2010 quando foram atração de abertura dos shows do Justin Bieber na etapa americana da sua turnê. Elas lançaram um EP que leva o nome do grupo e o single de maior “sucesso” (foi #14 na parada Hot Dance Club Songs da Billboard e teve performance no Today Show) é We Got it. As próprias meninas produziram o clipe da música e elaboraram a coreografia. Elas só não filmaram o clipe porque todas tinha que aparecer 😛

Existiam planos para o lançamento de um álbum, porém foi engavetado depois que o grupo se separou em 2011. Uma pena. 🙁

Girls Can’t Catch

Phoebe, Jess e Daizy foram recrutadas em 2009 pela Polydor Records (Universal Music) do Reino Unido para formar uma nova girlband que seria o Girls Can’t Catch. O primeiro single do grupo, Keep your head up, com uma pegada eletropop que chega a ser viciante após umas duas ou três ouvidas, foi lançado no mesmo ano e atingiu #26 no Reino Unido.

Girls Can't Catch

Elas foram atração de abertura de alguns shows da turnê Out Of Control das Girls Aloud e também abriram shows dos Jonas Brothers em 2009 no Reino Unido.

O segundo single, Echo, foi lançado em Janeiro de 2010 e atingiu #19 no UK. Acontece que, apesar do hiato das Girls Aloud na época, os britânicos já tinham uma nova girlband para se apegarem: The Saturdays.

Infelizmente dois singles top 30 não foram suficientes para a gravadora segurar Girls Can’t Catch por mais tempo e em Julho de 2010 elas foram demitidas e se separaram

Soccx

hqdefaultTá aí um caso particular. As 5 moças são norte-americanas e performavam em casas noturnas dos States em meados de 2005, mas nunca conseguiram um contrato na terra do Tio Sam. Elas ganharam atenção de produtores da Alemanha e se mudaram pra Berlim, para assinar contrato por lá e apostar as fichas no mercado pop europeu. Ora, as Pussycat Dolls estavam em alta, logo mulheres bonitas que cantavam e dançavam bem era um tiro certeiro. E foi, por pouco tempo, mas foi.

O primeiro single da girlband, From Dusk Till Dawn (Get The Party Started) é a faixa perfeita pra uma festa (como o nome sugere). Foi #10 na Alemanha e #47 na Áustria. O clipe é aquela delícia que você espera de uma girlband: as Soccx invadindo um banco, dominando os guarda tudo, pegando grana e, claro, dançando bastante.

O segundo single, Scream Out Loud foi lançado em 2007 e também foi #10 na Alemanha. Porém o terceiro single, Can not Take My Eyes Off You, lançado em 2008, não atingiu o top 100 em nenhum país da Europa. O álbum Hold On também não obteve sucesso.

O grupo nunca anunciou publicamente seu fim, mas nunca mais lançou material novo e as integrantes já trabalham em outros projetos desde 2008.

Wonderland

article-2001565-0C3855DD00000578-951_634x511Em 2008 Louis Walsh (empresário musical e ex-jurado do X Factor britânico) e Kyan Egan (membro da boyband irlandesa Westlife e jurado do The Voice irlandês) iniciaram as audições para formar uma nova girlband irlandesa de 5 membros: Wonderland.

A estratégia do grupo era ter uma pegada mais adulta, nada de músicas dançantes. Não queriam cometer o mesmo “erro” que as Girls Can’t Catch, por exemplo. Bater de frente com as The Saturdays nos mercados do UK e da Irlanda não era a melhor ideia. O som das Wonderland pode ser descrito como Vanessa Carlton encontra The Corrs que encontra Girls Aloud. O primeiro single,  Not a Love Song, foi lançado no primeiro semestre de 2011 e foi #22 na Irlanda:

O segundo single, Starlight, amargou um #57 no UK. O primeiro e único álbum do grupo, que também leva o nome Wonderland atingiu o top 10 na Irlanda e no UK. Apesar dos esforços de Louis Walsh Kyan Egan de manter o grupo unido (elas foram atração de abertura da turnê do Westlife em 2011), as baixas vendas dos singles fizeram com que a gravadora demitisse as meninas e elas decidiram se separar.