O dia é da Leoa!

O que não faltam são motivos pra ela fazer de hoje um dia de muitas comemorações. Afinal, em 1 ano e pouco ela teve álbum lançado, turnê com shows esgotados, livro de fotografias bem vendido, e sucesso! Aliás, sucesso deveria ser mais um de seus sobrenomes.

Estamos falando da baiana Priscilla Novaes Leone, a Pitty.

 

Priscilla pode nem ter tido noção do fenômeno que se tornaria quando, ainda criança, ouvia seu pai tocar canções de clássicos da música que iam de Raul Seixas à Beatles.

Pitty___Inf_ncia_003

As influências foram tantas, que a moça se jogou nas rodas de música soteropolitanas, e engana-se quem pensa que eram de samba, ao cantar Smells Like Teen Spirit (Nirvana), a cantora decidiu investir na carreira musical e participou da banda Shes, mas como baterista. Como vocalista, Pitty participou da banda Inkoma.

 

 

Mas foi em 2003 que a cantora abocanhou as paradas nacionais com o primeiro álbum de sua banda (que recebe seu nome), Admirável Chip Novo. O álbum lhe rendeu uma indicação ao Grammy Latino, trouxe uma legião de fãs, ajudou o rock nacional a se reerguer, e trouxe uma das melhores músicas românticas dos últimos anos, Equalize.

 

 

De lá pra cá, foram mais três álbuns de estúdio, dois retirados de turnês, e um com projeto paralelo (Agridoce).

Atualmente, a cantora é considerada a maior representante do rock nacional, além de ter seu nome vinculado à famosas discussões sobre política e comportamento nas redes sociais e em programas de TV.

o resultado da pesquisa do IPEA só mostra que precisamos repetir até que todos entendam. vamos? #EuSouMinha

A post shared by ⚡️PITTY⚡️ (@pitty) on

 

 

E hoje, o dia é só dela, dessa baiana arretada, rockeira, cantora, compositora, instrumentista, feminista, leoa:

PARABÉNS, PITTY!! 

Que você viva e nos presenteie por setenta vezes sete vezes, e que possa nos ajudar a trocar a pele sempre que preciso, com suas palavras mais que precisas! Você, com certeza, nos INSPIRA!