Book: Como a música ficou grátis?

Pra quem gosta de música e de entender um pouco mais também sobre o mercado e seus bastidores, foi lançado no ano passado um livro recheado de informações que traz um panorama sobre uma das maiores mudanças no cenário fonográfico dos últimos anos: a internet e o efeito mp3  na forma de consumir música.

Escrito pelo jornalista e matemático Stephen Witt “Como a Música Ficou Grátis – O fim de uma Indústria, A Virada do Século e o Paciente Zero da Pirataria” é um livro daqueles que rouba sua atenção e te dá uma vontade louca de continuar a lendo e a devorá-lo ferozmente. E fiquei feliz que ele teve essa capacidade de fazer isso comigo. Comprei o livro muito por acaso. Fui até uma livraria, fiquei de olho em alguns títulos aleatórios e de repente esse livro apareceu na minha frente. Fiquei interessado, mas não muito empolgado. Não comprei…. Dias depois eu o vi numa loja virtual. Ainda não estava empolgado mas mesmo assim fui em frente e me entreguei. Comprei. Suas mais de 250 páginas foram devoradas em uns dois, três dias.

Como a Música Ficou Grátis inicia com capítulos intercalados que falam sobre a pesquisa e estudos que deram resultado à criação do MP3, sobre as transformações no mercado das gravadoras que resultaram na criação da Universal Music e sobre a vida de Dell Glover, um fanático por computadores que trabalhava na fábrica da Universal e que causou o maior impacto na história da música.

É super interessante a escrita de Stephen. Ele consegue fazer com que você crie o desejo de querer seguir. As três histórias, num determinado momento, acabam se encontrando e se completam de maneira espetacular. O livro traz tantos detalhes, fruto de inúmeras entrevistas e pesquisas, que faz do livro um dos melhores lançamentos sobre o tema EVER!

Uma realidade desse milênio é o consumo ilegal de música. Duvido que exista alguém da nossa geração que possa falar que nunca baixou uma música ilegalmente. Mas para que essas músicas vazem na internet existe uma impressionante engenharia de conspiração, furtos e fanatismo. O livro relata de maneira detalhada como esse mercado foi construído e como a competição e o impulso era (é) sua grande aliada.

Eu super recomendo o livro. Daqueles que vale uma lida para entender justamente o símbolo que ajuda a definir o que somos hoje e como consumimos música.

Veredicto: Ótimo

 

Tagged with: