Zayn lança Pillowtalk, seu primeiro single solo

Um dos momentos mais esperados da música pop era o retorno de Zayn Malik para os holofotes. Ou melhor, agora é só Zayn. E hoje foi o grande dia, ele lançou o seu primeiro single solo, quase um ano depois de ter feito muitas garotas e garotos chorarem por sua saída do One Direction.

Choros e pulsos cortados depois, Zayn conseguiu provar que essa era a melhor decisão e caminho a seguir. Pillowtalk é uma das melhores coisas já lançadas nos últimos tempos. Quando a gente compara material solo de cantores vindos de boy bands então pode-se dizer que é um dos melhores lançamentos desde sempre. E o videoclipe? Suspira!

Pillowtalk é moderna e vai além do que se esperava de Zayn. Além disso, a faixa é uma das 47 canções escritas pelo rapaz desde sua saída da boyband inglesa. O disco Mind of Mine – que sai em março – vai trazer 18 faixas.  O jornal inglês Metro diz que a música é uma mistura de The Weeknd, Chris Brown e Drake. Eles ainda classificam a faixa como “absolutamente sexy”. É bem produzida, é grudenta. Ouvi a música hoje por quase duas horas ininterruptas. E não cansa. Pelo menos não por enquanto. É pop, soul, R&B. Tudo junto e misturado. É sensual e sexual. Testosterona exalando pelos poros.

Se eu fosse o Zayn estaria agora cheio de orgulho pelo material. Mesmo. A letra é adulta, mostra um distanciamento incrível de tudo o que foi criado nos tempos de 1D e o coloca num patamar acima dos outros quatro integrantes. Em efeito comparativo, Zayn está sendo o que a Melanie C, ao lançar o disco Northern Star, foi ao lançar-se em carreira solo, quando as Spice Girls estavam no auge. As referências musicais anteriores ficaram todas para trás e sua identidade particular tomou frente e assumiu as rédeas da carreira.

“Be in the bed all day, bed all day, bed all day… Fucking you, and fighting on”

A espera valeu a pena. E seria bom se Pillowtalk, de fato, indicar o caminho que o álbum de estreia vai seguir.

Nota: 90/100