Álbum: Foxes – All I Need

Sofrer uma desilusão amorosa, mas ter noção de que tem que deixar ir, dominar a ciência do desapego, da superação e do recomeço é uma habilidade formidável em músicos que escrevem suas próprias canções. Foxes, além de ter esse know-how todo, soube colocá-lo de forma maravilhosa no seu álbum All I Need, sem se preocupar em deixar visível sua vulnerabilidade. Esse álbum foi adiado tantas vezes que até os fãs já estavam precisando de auxílio emocional! Seria desinteresse da gravadora? Pressão pra fazê-lo mais comercial? Enfim…

A fase da negação está mais presente em Better Love If You leave Me Now. A brilhante Body Talk (primeiro single que amargou um #25 no UK), um dos destaques do disco, mescla negação e superação. Amazing prega um recomeço de risco, apesar de experiências anteriores negativas, mas que pode ser maravilhoso, como o próprio título sugere.

Rise Up – IntroRise Up – Reprise (as faixas que abrem e fecham o disco) não necessariamente deveriam estar aqui. Pode pulá-las. Mas o restante, jamais!

Em Devil Side, outro ponto alto do disco, ela exalta “I want you but not for your devil side” (Quero você, mas não pelo seu lado maligno). É amiga, ás vezes a gente se envolve com a pessoa errada mesmo, só resta aceitar. Wicked Love também faz a linha “me envolvi com a pessoa errada, mas acabei me apaixonando e se terminar vou sofrer também”. Cruel também tem essa vibe, mais claramente na parte “It’s hard to love someone who can’t be loved” (É difícil amar alguém que não pode ser amado). Ah vem cá Foxes, me abraça, todos te entendemos!

Foxes mostra que “a moça que faz feat em Clarity do Zedd e cujo primeiro álbum ficou um pouco na sombra deste grande hit (fora o vazamento né, vamos conter isso da próxima vez raposas)” pode fazer um segundo disco substancial, pessoal e sem necessidade de nenhuma parceria. Uma prova de que um pop bem natural, familiar e divertido é tudo que a gente precisa. Se o álbum como um todo for subestimado como os singles foram até agora, será uma pena.

Faixas que você deve ouvir senão estará perdendo tempo de vida: “Body Talk”“Devil Side”“Wicked Love”, “Cruel”

Veredicto: 75/100