Single: Meghan Trainor – No

Meghan Trainor está saindo melhor que a encomenda. Depois do sucesso estrondoso de All About That Bass muitos acharam que a moça seria uma one hit wonder. Pois bem, ela teve mais dois top 10 nos States: Lips are Movin’ (que soa quase igual a All About That Bass, vamos ser sinceros aqui) e a baladinha em parceria com John Legend Like I’m Gonna Lose You. Ainda que o envolvimento em uma parceria de qualidade contestável com Charlie Puth para a detestável faixa Marvin Gaye possa ter dado a impressão de desespero comercial, senhorita Trainor surpreendeu geral quando ganhou o prêmio de artista revelação no Grammy deste ano. E com um grande título, vem junto grandes expectativas.

meghan-trainor-grammy-awards-newartist

O primeiro single do segundo álbum de Trainor, No, não é indício de mudanças gigantescas e enorme conceito artístico, mas mostra que ela já é mais que só aquela adolescente que cantava All About That Bass. Suas influências mudaram do pop/rock para uma pegada mais urban/R&B.

No começa praticamente acapella e logo depois cai num batidão bem R&B ao ouvirmos “nah to the ah to the no, no, no”. O refrão é quase que uma releitura de No Scrubs das TLC  (um dos trios R&B mais famosos e mais referência para o gênero). “My name is NO, my sign is NO, my number is NO” (meu nome é NÃO, meu signo é NÃO, meu número é NÃO) diz Meghan no refrão, repreendendo com confiança um suposto rapaz que a aborda. Dado que sua base de fãs são majoritariamente adolescentes, é interessante que ela passe essa segurança e propague lições de “dê o fora”.

No clipe ela sensualiza no chão e dança uma coreografia não muito elaborada, porém desinibida e determinada.

meghan trainor sexy no video

No mostra um amadurecimento vagaroso, porém forte e representativo da parte de Meghan. No caso dela, melhor mudanças sutis e graduais do que uma mudança radical. E até então ela está fazendo jus à suas influências, que lhe caem bem.

Veredicto: 60/100