Zayn: se arriscar é importante pra um grande trabalho

A gente demora algumas vezes pra realizar determinadas reviews. Primeiro que muitas vezes a excitação com o um disco é tanta que nos esquecemos de escrever sobre e outros lançamentos aparecem e segundo que dessas poucas vezes o disco dispensa quaisquer resenhas.

Mind Of Mine, o primeiro disco em carreira solo de Zayn Malik se encaixa nessas situações perfeitamente!

Zayn era só mais um menino ainda sem personalidade em uma boy band de um sucesso sem precedentes e quase insuperável. Mas a convivência em uma banda é complicada, nós sabemos e isso contribui para o rompimento de Zayn com seus colegas. Ao sair ele dizia ainda em março de 2015, ele dizia que gostaria de ser apenas “um garoto normal”, o que obviamente não foi possível.

Toda essa história com seus ex-colegas e com a saída resultou em um disco. Um disco excelente, por sinal. Diríamos até que a melhor coisa pra carreira e vida de Zayn Malik foi exatamente deixar o One Direction.

Aqui, em Mind Of Mine, Zayn pode mostrar que tem personalidade e um potencial ainda desconhecido – Zayn foi o primeiro inglês em anos a debutar em #1 na Billboard 200. Ele ainda assina a composição de todas as faixas, dando assim sua personalidade ao disco.

Quanto a produção, assinada por XYZLennoxSampson Malay, uma sonoridade moderna, que passeia pelo moderno R&B inglês, pelo pop e pelo já quase mainstream indie. Misturando doses controladas de cada nota, e em cada faixa o cuidado com os resultados – os bons resultados quando se tem pouca gente trabalhando nas produções. No disco nada soa fora do lugar e tudo faz sentido.

Zayn ainda tem muito o que trabalhar se quiser ser lembrado como um grande artista pop, mas pelo que já ouvimos em Mind Of Mine, podemos ter uma ideia de que ele tem tudo pra se tornar grande futuramente.

Melhores faixas: PILLOWTALK, iT’s YoU, BeFoUr, sHe, fOoL fOr YoU, wRoNg (parceria com a também interessante Kehlani), TiO e BLUE.

Nota: 80/100

Ouça:

Tagged with: