A junção quase perfeita de Jhené Aiko e Big Sean

Acredito ser de uma importância única e especial um artista se dedicar a projetos paralelos. Projetos esses que muitas vezes tiram aquele nosso artista querido de sua área de conforto, o faz crescer profissionalmente, adquire novas experiências, conquista um novo público.

Claro que as vezes eles apenas se firmam naquilo que já fazem há algum tempo, naquilo que os deixam confortáveis. Assim é a história de nossa dupla de hoje: TWENTY88, resultado da união entre Jhené Aiko Big Sean. Tudo de melhor que ouvimos nos últimos trabalhos dos dois artistas, está aqui unificado, nada é dispensável e bem resumido – um EP de oito faixas.

O disco tem produções de Key Wane (co-produtor nas faixas Yoncé Partition de Beyoncé, produtor de boa parte do disco Reality Show da Jazmine Sullivan, além dos últimos discos de Jhené e Sean), Detail (um dos responsáveis por Drunk In Love de Beyoncé e I Luh Ya Papi de Jennifer Lopez) e Tommy Brown (produziu várias canções de Ariana Grande) além de  Sidney Swift, Cam O’bi, Steve Lacy, Flippa e Jproof – todas as letras, aliás, são assinadas por Sean e Aiko.

Uma lista de peso produzindo faixas que não deixam a desejar em momento algum, todas tem cara de hit e aparentam ser produzidas, todas, para serem grandes singles. O EP ainda conta participações de K-Ci & Jojo e o já citado nas produções Detail na faixa 2 Minute Warning.

Em suma: a dupla reúne e representa a junção do melhor da nova geração do R&B e Rap. Vale ainda ouvir os discos de Jhené Aiko e Big Sean pra entender que, é uma constante evolução que resultou em um grande projeto. O único defeito do disco: ter poucas faixas.

Nota: 90/100

Ouça:

Tagged with: