COOLAID: O novo disco de Snoop Dogg

Snoop Dogg é um dos maiores nomes do rap mundial e isso não é dúvida e nem questão a ser debatida, sendo assim o cara já não se importa em ter que provar algo a quem quer que seja, ele faz o que quer e isso se reflete em seus trabalhos com a música. E o ícone do rap volta com um novo disco repleto de ritmos e com o melhor que ele fez em todos esses anos de carreira – 23 anos e mais um pouco.

COOLAID, como se chama seu novo trabalho, é descompromissado e variado, tem em seus produtores nomes como TimbalandJaze Pha Swizz Beatz. Partindo da primeira faixa LegendTen Toes Down e a excelente Don’t Know, sua parceria com Too Short, Snoop começa um disco de forma tímida mas competente, a quarta faixa é a cansativa e desnecessária Super Crip, dando sequência a Coolaid Man.

Swizz Beatz produz e participa da faixa seguinte, Let Me See Em Up, e é a mais forte do disco, com um ritmo mais forte, refrão pegajoso e os versos rápidos do Snoop. Em sequência mais duas parcerias, com Jeremih na boa Point Seen Money Gone e com Wiz Khalifa em Oh Na Na, com uma boa dose de pop dos anos 80.

As radiofônicas e dançantes My Carz Two Or More vem em seguida, os versos rápidos e eficientes alheio a um ritmo mais animado volta em Affiliated, parceria com Trick TrickFell About Snoop é curta e serve como um intervalo em meio a outras faixas, é ruim e dispensável. Swizz Beatz volta em Light It Up e juntos repetem a boa química; Side Piece é a mais calma de todas, porém a mais chata; em Kush Ups, Snoop e Wiz repetem a parceria, que se sai igualmente interessante.

Double Tap That traz de volta o produtor Jazze Pha aos vocais, e isso é ótimo por si só, além da faixa ser produzida pelo mesmo. Got Those, a faixa seguinte, é estranha, chata e também dispensável. Swizz volta mais uma vez, agora em Let The Beat Drop, onde Snoop soa fora de ritmo e o produtor aqui, desnecessário.

As últimas finalizam de forma dúbia o álbum, são elas: a mediana What If (parceria com Suga Free) e a ótima Revolution, fruto da parceria de Snoop com o cantor October London.

COOLAID por fim, se torna um bom disco, com ritmos variados, produções certeiras e grandes músicas na medida. Talvez o maior erro é a duração do mesmo, é longo e se torna cansativo se perdendo em algumas faixas.

Nota: 70/100

Ouça: