Jim Morrison: Procura-se!

Quem nunca se imaginou como um rockstar? Quem nunca quis chamar atenção por possuir uma beleza singular? Ele não queria: Jim Morisson

Jim_Morrison_1968

O cara foi incontestavelmente um dos maiores representantes do rock no mundo, mas isso o deixava super irritado, ao ponto de fazer shows sem vontade em determinado momento da carreira, de não querer aparecer em revistas e nem dar entrevistas, tudo isso porque além de todos os bons atributos, Jim era poeta, e queria ser reconhecido por isso.

7e507da761a0d5944951ed1ea762ecccQuem não curtiu muito foram os meninos da sua banda – Ray Manarek, Robbie Krieger e John Dansmore – que ficavam imperceptíveis quando o vocalista aparecia e/ou abria a boca.  Mas hoje, nós viajamos, transamos, amamos, pintamos e bordamos ao som de um bom rock, e tudo fica muito melhor se for ao som deles: The Doors

Falando em gente bonita e em inspiração, como não pensar em maldade ao som deles, hein?

Vejam isso aqui:

 

Como não pensar em acender o fogo do Jim? Sem falar na sincronia perfeita  entre os meninos, tudo se encaixava tão bem que deixava qualquer ouvinte alucinado e excitado. Na época, as mulheres eram apaixonadas por ele – e eu insisto em dizer que os homens também, mas a mídia teima, e diz que os homens queriam ser como ele.

56f605808ca715c946587b0d2d1f7f6c

Os mais viajantes e delirantes, dizem que a herança boa foram as composições que eles deixaram. Ao escutar um dos maiores clássicos da banda, Riders On The Storm, sentimos aquela pontinha de desejo de acender um cigarro de maconha e viajar num clipe mental pra música, apesar de a letra da música ser poesia em sua forma mais deslumbrante.

 

 

 

E falar de suas composições, é explorar o mundo poético do Jim. Quem não gostaria de ser um motivo inspirador pro Deus? Aliás, aqui entramos num momento delicado da conversa. Isso porque o Morisson sempre preferiu ser reconhecido como poeta.

Nos dias que antecederam sua morte, ele havia escapado de ser preso nos Estados Unidos (esse era seu maior medo). O motivo da prisão? Dizem que ele incitou o público a tirar a roupa durante o show do The Doors por lá, e algumas outras más línguas insistem em falar que ele também teria descido suas calças.

8eb933a18c736d8777713ca4ffe2030cAcontece que Jim já estava de saco cheio daquilo tudo, e achou refúgio no álcool. Mas não foi apenas um copo aqui e outro ali, ele bebia ao ponto de amanhecer caído em portas de boates e recusar ajuda dos próprios fãs. Toda essa confusão fez com que a banda parasse de fazer shows e os meninos apenas gravavam os álbuns, presos em estúdio. Eles se esforçavam, mas o vocalista acabava roubando toda a atenção, mesmo sem querer ou perceber. Foi então que Jim Morisson resolveu ir morar na França com sua namorada, decidindo-se focar apenas em suas poesias. Porém, um bloqueio criativo o deixava cada vez mais irritado e bêbado.

“O gênero de liberdade mais importante, é seres verdadeiro/ Trocas a tua realidade por um personagem/ Trocas os teus sentidos por uma atuação/ Desistes da capacidade e em troca pões uma máscara/ Não pode haver uma revolução em grande escala, se antes não houver revolução individual da pessoa/ Primeiro tem que acontecer cá dentro.” – Jim Morisson

A banda lançou nove álbuns de estúdio, sendo três após a morte de Morisson.  Mas não adiantava nada continuar o que já havia acabado antes do ocorrido. Ele morreu em 3 de Julho de 1971, numa morte cheia de versões, dentre as mais bizarras, a de que ele forjou a morte para escapar do estrelato. Se essa for verdadeira, aviso que nós estamos aqui, a espera dele até hoje.