A força e determinação de Tássia Reis em Outra Esfera

Sabe quando estamos em busca de um som ainda novo pra gente, algum frescor, que nos agrade, nos maravilhe? Então, em uma dessas buscas me deparei há alguns dias com essa maravilha em forma de voz chamada Tássia Reis, por coincidência, ela estava com tudo pronto para lançar um novo trabalho.

Outra Esfera, seu mais novo EP foi lançado ontem e olha, tá LINDO. A começar por essa capa lindíssima, fotografia de Larissa Isis. O disco conta com produções de DiaGrouTuchê e Renan Samam e ainda direção executiva assinada pela própria Tássia em parceria com Juliana de Jesus.

O álbum se inicia com a envolvente (envolvente ao máximo) Não é Proibido, que demonstra bem que no Brasil se pode fazer um som a nível gringo – ou até melhor. Em seguida Ouça-Me, de rimas rápidas e eficientes com tons de protesto.

Em Desapegada temos alguns tons da moderna MPB unidas a seu estilo próprio de fazer música, a seu rap, a sua identidade. Um reggae ao fundo, suas reflexões e as verdades de um relacionamento em um fim desastroso aparecem em Semana Vem, a melhor faixa do disco.

O que ela sente, o que ela pensa e o que ela tem a dizer sobre sua realidade são escancarados em Da Lama/Afrontamento que conta com a participação da rapper Stefanie. Outra faixa muito interessante e que nos apresenta a versatilidade da voz e talento da Tássia é Se Avexe Não, assim como o rápido fim do disco em Perigo.

Então, sabe aqueles discos que é pra você ouvir com cuidado, com amor, de braços abertos e experimentar sentimentos diversos e fortes? Outra Esfera é um deles, desde sua capa até o último segundo de suas faixas é só amor e sentimento.

Nota: 90/100

Ouça e tire suas próprias conclusões:

Tagged with: