Um gênio chamado Zé Ramalho!

Algumas músicas são gostosas por si só, mas quando a letra e a melodia se encaixam perfeitamente ao ponto de nos causar arrepios e nos fazer viajar em suas letras de forma a nos perder diante de tamanha perfeição, elas merecem mais que apenas admiração, elas merecem toda a nossa atenção! Sabem por quê? Essas músicas inspiram!

E aqui nesse post, vamos falar de algumas frases do Zé Ramalho, esse grande cantor e compositor brasileiro. E nem sou eu quem está falando apenas, ele foi eleito em 2008 como um dos cem maiores artistas da música brasileira pela revista Rolling Stone. E esse paraibano é arretado mesmo! Suas canções são cheias de devaneios poéticos, e ao escutá-las pela primeira vez conseguimos senti-las, mas só entendemos tudo direitinho quando escutamos por mais duas, três, quatro… Ah, mais cinco, seis, sete porque nos apaixonamos por elas!

Por isso, vou destacar trechos de algumas aqui para que seus versos sejam eternizados no Música Inspira. Simbora!

Frevo Mulher

Quantos aqui ouvem/Os olhos eram de fé/Quantos elementos amam aquela mulher…/Quantos homens eram inverno/Outros verão/Outonos caindo secos no solo da minha mão/Gemeram entre cabeças a ponta do esporão/A folha do não-me-toque e o medo da solidão/Veneno meu companheiro desata no cantador/E desemboca no primeiro açude do meu amor/É quando o tempo sacode a cabeleira, a trança toda vermelha/O olho cego vagueia procurando por um…

 

 

Beira-Mar

Ói, por dentro das águas há quadros e sonhos

E coisas que sonham o mundo dos vivos
Há peixes milagrosos, insetos nocivos
Paisagens abertas, desertos medonhos
Léguas cansativas, caminhos tristonhos
Que fazem o homem se desenganar
Há peixes que lutam para se salvar
Daqueles que caçam em mar revoltoso
E outros que devoram com gênio assombroso
As vidas que caem na beira do mar
É na beira do mar

 

 

Mulher Nova, Bonita e Carinhosa Faz o Homem Gemer Sem Sentir Dor

 

 

 A mulher tem na face dois brilhantes
Condutores fiéis do seu destino
Quem não ama o sorriso feminino
Desconhece a poesia de Cervantes
A bravura dos grandes navegantes
Enfrentando a procela em seu furor
Se não fosse a mulher mimosa flor
A história seria mentirosa
Mulher nova, bonita e carinhosa
Faz o homem gemer sem sentir dor

 

 

Taxi Lunar

 

 

Ela me deu o seu amor, eu tomei

No dia 16 de maio, viajei

Espaçonave atropelado, procurei

O meu amor aperreado

Apenas apanhei na beira-mar

Um taxi pra estação lunar

 

Sinônimos

Quanto tempo o coração leva pra saber
Que o sinônimo de amar é sofrer
No aroma de amores pode haver espinhos
É como ter mulheres e milhões e ser sozinho
Na solidão de casa, descansar
O sentido da vida, encontrar
Ninguém pode dizer onde a felicidade está

 

 

Garoto de Aluguel

 

Baby !
Dê-me seu dinheiro que eu quero viver
Dê-me seu relógio que eu quero saber
Quanto tempo falta para lhe esquecer
Quanto vale um homem para amar você
Minha profissão é suja e vulgar
Quero pagamento para me deitar
Junto com você estrangular meu riso
Dê-me seu amor que dele não preciso 
Baby !
Nossa relação acaba-se assim
Como um caramelo que chegasse ao fim
Na boca vermelha de uma dama louca
Pague meu dinheiro e vista sua roupa
Deixe a porta aberta quando for saindo
Você vai chorando e eu fico sorrindo
Conte pras amigas que tudo foi mal
Nada me preocupa de um marginal

 

 

E então, já escolheram suas favoritas? Eu gosto de todas! Sou muito grato por ter um representante da música brasileira – especialmente da música nordestina – tão bom! No mais, estou indo embora...