The Pretty Reckless sem dever nada a ninguém!

E a banda The Pretty Reckless, liderada pela Taylor Momsen, acaba de lançar o terceiro disco – Who You Selling For, e nós já escutamos e trouxemos a nossa review aqui pra vocês saberem o que achamos do mais recente som feito por eles.

Tudo bem que estamos em 2016, e que as coisas parecem estar mais repetitivas que nunca, mas eles conseguem fazer algo que já soa bom continuar soando bom, e é só isso o que estamos pedindo. Por isso, já adianto que o resultado, mais uma vez, ficou muito bom.

Posso ressaltar milhões de vezes que a Taylor dá uma notoriedade à banda, não só por ser bonita e tal, mas sua voz dá um diferencial interessante ao som produzido pela banda. Mas isso não faz com que escutemos o álbum pensando que “tem uma mulher de atitude ali”, muito pelo contrário, conseguimos escutar um bom álbum de rock and roll, tão genuíno quanto algo produzido por grandes bandas de rock que conhecemos – nem vou citar os nomes. E falando nessas grandes bandas, a gente até perdoa The Pretty Reckless por ter apelado sexualmente em seus primeiros discos, quem não se deixa embalar pelos gemidos, e outras coisa mais, do Robert Plant (Led Zeppelin)?

Logo, o Who You Selling For é mais um álbum de rock genuíno! Não deixa a desejar em nada, e posso continuar escutando o mesmo em minhas mais variadas aventuras. E vocês também, basta se permitirem e deixarem a imaginação fluir. Querem dicas?

Wild City é uma ótima faixa, que apesar de trazer uma letra obscura traz uma sintonia perfeita entre o funk, rock e um solo perfeitamente tocado, o que a transforma em pura diversão! Já em Back To The River, a gente tem um som com um tom de Stones perfeito, vale muito a pena! Bedroom Window vem numa melodia beatlemaníaca, e a voz da Taylor deixa a música ainda melhor.Os sete minutos de The Devil’s Back é tudo o que a gente espera de uma música cantada pela Momsen, só que nela o Ben Philips arrebenta no que faz também, e leva a gente a imaginar que isso é um cover perfeito do Pink Floyd, mas NÃO, são eles mesmo: The Pretty Reckless! Foda pra caralho!

E se até então vocês ainda não se animaram, cata o vídeo do single que alcançou o topo dos charts de rock:

 

 

85/100