Subestimados Part3: Tiê, Tereza & Jay Vaquer

Chegamos a nossa terceira – e última – parte da série sobre artistas subestimados (clique aqui pra ler a primeira e aqui pra ler a segunda) e hoje falaremos exclusivamente sobre esses artistas brasileiros que já despontaram como promessas de nossa música mas ainda são ofuscados pelo popularesco.

Primeiro há de se salientar como o sucesso no Brasil é diferente do que comentamos de artistas fora daqui. Por nossas terras o sucesso aparenta ser mais ‘passageiro’, um artista explode muitas vezes com uma canção apenas e meses depois o sucesso vai decaindo, decaindo e por fim eles acabam sumindo de vez.

São incontáveis os artistas que explodem com um single, vira aquela febre, aquela sensação nas rádios e TV e meses depois, somem. Artistas como Anitta são raras exceções, que explodem com uma música e posteriormente conseguem evoluir sua carreira.

Tantos outros artistas tem uma carreira sólida, certo prestígio no mercado nacional e perante suas gravadoras mas ainda assim não conseguem hits, espaço de destaque na TV e rádio e grandes públicos. Seja por culpa de um grande público ou até mesmo de nossa cultura que muda de ídolos constantemente.

tiê

tie

Nós já falamos dela em nosso especial aqui. Tiê é dona de uma das vozes mais agradáveis dessa nossa nova geração da MPB, trabalhando atualmente em seu quarto disco, a paulista tem em sua carreira apenas um ‘grande hit’ que se deu pela música A Noite, tema de uma telenovela da Rede Globo.

Graças a canção ela viu seu público aumentar e cada vez mais novos fãs surgirem, mas ainda é pouco pro tamanho do talento e competência de Tiê, que além de cantora é compositora, produtora musical, empresária e dona de uma gravadora.

Talvez isso esteja pra mudar: novamente uma música cantada por ela é tema de uma telenovela, Onde Está O Amor (Donde Está El Amor) canção originalmente do espanhol Pablo Alboran que aqui ganhou os vocais de Tiê e vem fazendo grande sucesso nas rádios do país.

Jay Vaquer

jayvaquer1

Jay Vaquer lançou seu primeiro disco em 2000, portanto são 16 anos de carreira que ainda não foi bem reconhecida e valorizada.

Jay é filho de Jay Anthony Vaquer, guitarrista e cunhado de Raul Seixas, com a cantora paraense Jane Duboc, sendo assim Jay tem em seu sangue experiência musical e viveu a música como poucos artistas do nosso país. Esse ano, por exemplo, com o disco Canções de Exílio (que ganhou uma review aqui no nosso site) ele foi indicado ao Grammy Latino na categorias de Melhor Álbum de Rock em Língua Portuguesa.

Mesmo com tantas coisas a serem incluídas em seu “currículo” Jay Vaquer ainda é um desconhecido perante as mídias e perante ao público massivo e seus trabalhos são injustamente pouco reconhecidos.

tereza

tereza

Nos já entrevistamos os meninos da banda Tereza aqui no nosso site, mostramos seu trabalho, falamos de sua carreira, os apresentamos ao público. Antes do MI entrevistá-los, vieram outros sites, outros veículos que fizeram o mesmo. Ou seja, apresentá-los ao país já foi uma tarefa cumprida, ainda assim o público geral os subestimam.

A realidade da Tereza aqui serve mais de exemplo, visto que outras bandas como eles ainda não tem o espaço merecido no mercado. Programas como o Superstar da TV Globo ainda prestam um apoio dando visibilidade as mesmas, mas ainda é pouco.


 

O grande problema aqui é pouca variedade no que se ouve e no que se consome. Basta dar uma olhada rápida nos charts de músicas mais tocadas por aqui, ou de discos mais vendidos ou ainda uma zapeada entre os canais de tv, a variedade de estilos e ritmos quase não existe mais. Ou você faz o que todo mundo tá fazendo ou acredita em seu trabalho e espera por ter sorte de fazer algum hit.

 

Tagged with: