Um velho crush dos Stones!

“Já escutei, mas não senti o que normalmente sinto quando escuto algo dos Stones, é como se não fosse deles.”

Foi o que eu disse ao ser perguntado se já havia escutado o novo álbum dos Rolling Stones. Mas claro, o álbum não é de composições inéditas deles. Trata-se do Blue & Lonesome, lançado pela banda em dedicação ao ritmo que originou tudo o que se escutou deles até então: blues. Isso prova que esse romance entre eles é antigo!!

E engana-se quem pensa que isso não me deixa contente, esse é o primeiro trabalho dos caras desde A Bigger Bang – que foi lançado em 2005. E nele, nós temos um fato inédito, é o primeiro trabalho da banda sem originais próprios, ou seja, são versões de músicas mais conhecidas por outros autores da vertente do blues. Isso deixa a coisa mais interessante! Outra curiosidade é que o disco foi gravado em apenas três dias, em Londres. E a discográfica deu o recado:

A abordagem ao álbum foi a de que a gravação devia ser espontânea e tocada ao vivo em estúdio, sem efeitos posteriores. Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Ronnie Woods juntaram-se aos seus colaboradores de estrada de longa data, Darryl Jones, Chuck Leavell e Matt Clifford, e em dois dos 12 temas contaram com a participação do amigo Eric Clapton, que, curiosamente, se encontrava na mesma altura, no estúdio ao lado a gravar o seu próprio álbum.”

Prova de toda essa genialidade veio com o primeiro clipe e single extraídos do álbum. A faixa Ride ‘Em Down ganhou uma versão “StoneZada” e veio com um clipe super bem protagonizado pela Kristen Stewart. Vale mencionar que esse é um single e tanto!

 

O álbum está disponível em CD, duplo vinil, numa versão deluxe que traz um livro com 75 páginas sobe o processo de gravação e vários postais da banda, assim como um código para download digital. E nós já escutamos! Querem saber quais as melhores faixas? Vamos lá!

Além do single que já mencionamos, nós destacamos as seguintes faixas:

Just Your Fool – abre o álbum e já deixa claro que as próximas 11 faixas nos levarão direto à década de 60, quando eles surgiram já fazendo concertos com inúmeras referências ao blues.

Blue And Lonesome – dá nome ao álbum e é uma boa homenagem feita para o Memphis Slim, grande pianista de blues do Tennessee. (pode experimentar uma dose de Whiskey aqui!)

Hate To See You Go – é uma das mais animadas e empolgantes, imagino o Jagger quase engolindo o microfone ao cantá-la e remexendo com aqueles moves que só ele sabe fazer, mas a gente também tenta, né?

Little Rain – essa é classuda pra caralho! Apesar de ser uma regravação, eles entoaram perfeitamente cada acorde de uma faixa lá de 1957, tocadas pelos lendários do blues Ewart Abner Jr. e Jimmy Reed.

Mas se vocês não entendem nada de blues e nem acham que precisam entender mas curtem os Stones, não tem problema! Agarra uma garrafa de qualquer bebida alcoólica, escuta o disco e me diz o que aconteceu durante as duas últimas faixas – Just Like I Treat You e I Can’t Quit You Baby. Se permita, se #inspire!

 

Logo mais sairá a nossa lista de melhores álbuns do ano, eu vou preferir nem arriscar nesse disco. O que vocês acham? De 0 a 100, que nota vocês dariam?