Soolo, um duo alemão que você vai se apaixonar!

O ano era o de 2014. Duas vozes se encontraram e decidiram formar um duo. Nasceu assim a parceria entre Sarah e Tom dando início ao Soolo. E eu? Como conheci o duo? Despretensiosamente, por completo. Estava em Frankfurt no início do mês, numa viagem que mencionei aqui em outros posts, e numa loja de discos vi o álbum deles. A capa me chamou atenção, fotografei-a e depois fui procurar mais sobre eles. Infelizmente o disco não estava disponível na versão brasileira do Spotify, então me contentei com os videoclipes no Youtube.

As vozes casam tão harmonicamente. Não falo alemão, nada nadica, apesar de ter estudado por alguns meses, mas o som me pareceu ter uma pureza e uma leveza extremamente encantadores. Não foi surpresa alguma quando li e traduzi o texto de apresentação do Soolo no site oficial deles e estão descritos como um duo que fala com profundidade e beleza sobre questões da vida que muitas vezes são desprezadas como o fato de todos nós vivermos juntos e se quer sabemos algo realmente verdadeiro sobre quem nos cerca.

Vem dar uma olhada no meu single favorito deles, a canção Wenn wir alt sind (Quando estamos velhos) e deixa o som se conectar com você:

Eles mesmo se classificam como “tendo o grande dom de traduzir sentimentos pessoais e experiências cotidianas para que todos possam vê-lo”. E ainda explicam que o nome dado ao duo significa “uma voz na nossa cabeça que diz aquilo que é impossível ser dito”. Ou seja, ressaltam ainda mais a capacidade de colocar no papel e transformar em canções aquilo que nossos corações se quer conseguem explicar. Toda explicação chega a ser extremamente poética.

Tom Albrecht tem 36 anos e Sarah Bühler está com 34. Entre os anos de 2003 e 2005 Tom chegou a lançar dois discos, uma de suas canções chegou a ser usada como música tema da versão alemã do Big Brother. E seguia também com sua carreira como compositor para artistas consagrados da música alemã. Sarah atuava como designer e queria enfim se entregar à uma das suas grandes paixões, a música. O encontro não poderia ser mais frutífero.

 

O primeiro disco do Soolo, Tage aos Licht (Dias de Luz) foi lançado em agosto passado e traz faixas que atendem um espectro emocional amplo. Tem canções que falam sobre amor,  exageros da vida, sobre morte, saudades e outras simplesmente sobre a vida. Posso dizer que realmente há algo muito especial nesses dois!

Ah! E a gente torce para uma hora dessas a gravadora disponibilizar o disco também no Brasil, já que o álbum não está no Spotify, nem no Deezer e se quer no iTunes brasileiro. Uma pena.

No site deles é possível acompanhar as letras das músicas do primeiro disco. Confere aqui.

Tagged with: