Uma Página Para Seguir: Arrumando Letras

Uma música é lançada e se torna aquele sucesso explosivo, todos cantam juntos em shows, todos tem aquela cópia baixada no telefone pra ouvir de novo, de novo e de novo, na televisão vemos e ouvimos todas as semanas os artistas representando as mesmas canções.

Mas aí os anos se passam e nós passamos a entender essas músicas de um outro jeito, de forma que começamos a questionar o que realmente aquela letra diz, a mensagem que o interprete queria nos passar.

A partir daí, passamos a questionar toda e qualquer letra, não com a intenção de problematizar, ou criar um caso barato em cima daquilo, mas com a intenção de perguntar: por que tratar a mulher dessa forma?

Sim, venhamos e convenhamos, muitas das coisas que estão populares hoje, colocam a mulher em uma situação que deve ser a todo momento questionada e debatida. Como e porque o machismo está tão inserido na nossa sociedade por tantas décadas, inclusive na música e pouca gente ousa em corrigir?

É respondendo essas questões e ampliando esses debates e questionamentos  que uma página no Facebook foi criada. Trata-se da incrível iniciativa Arrumando Letras, página criada pela Camila, que em diversas conversas com amigas, passou a levantar questionamentos sobre. “Percebi que, quando nós mulheres somos retratadas nas músicas, é sempre como se fôssemos sortudas, abençoadas por ter alguém que se interesse por nós. Sequer temos voz para decidir se queremos esse relacionamento ou não”, segundo a mesma, em uma rápida conversa conosco.

Ainda segundo ela a ideia foi surgindo aos poucos, começando com um post simples em sua página pessoal, que aos poucos foi chamando a atenção e ampliando esse debate, “como o debate cresceu, postei a letra em um grupo privado de humor para ver como seriam os comentários por lá. Para minha surpresa, várias pessoas comentaram coisas do tipo “isso precisa ser abordado!” “queria compartilhar isso no meu perfil!”. Por conta dessa recepção, criei a página.”

A página hoje contabiliza quase 250 000 curtidas e o crescimento só aumenta, ao mesmo tempo que seu debate fica cada vez mais amplo. Mais recentemente sua criadora teve uma ideia ótima pra movimentar mais ainda sua página: Letras Para Amar, uma seção especial aos sábados onde ela se concentra em engrandecer letras que não só coloque a mulher em uma posição de respeito, como também visa elogiar e enaltecer os autores de letras tão sensíveis, por vezes diretas e sempre inteligentes.

“Eu fico feliz em suscitar o debate, porque era isso mesmo que eu queria com a página: falar sobre a pauta feminista não só com as mulheres feministas, mas com aquelas mulheres e homens que não conhecem ou não abraçam a causa também.”

Isso aí Camila!
Use a música para o bem, mas questione-a sempre!
E continue com esse trabalho maravilhoso!! <3

Siga A-GO-RA a Arrumando Letras!