Sabrina Parlatore recalcula a rota: da MTV para os palcos!

Sabrina Parlatore

O texto a seguir é sobre Sabrina Parlatore, mas leia e você vai entender como o mundo dá voltas! Pra melhor!

Durante toda a década de 90 e parte da primeira década deste milênio, a MTV Brasil representou o que havia de mais intenso quando o assunto era relacionar um meio de comunicação com o universo jovem. A MTV – aquela MTV – era uma espécie de lugar sagrado onde muita gente buscava informação musical, representação e tinha o canal como um melhor amigo e ele ainda era o mais descolado da turma: antenado, ágil, inteligente, provocador e, ao mesmo tempo, debochado. E falava de igual pra igual. Jamais subestimava a inteligência do jovem.

Muito mais gente do que você possa imaginar “trampou” por lá. A MTV foi um grande celeiro de gente que não tinha medo de se “jogar”, de falar abertamente sobre temas antes tabus como aids, orientação de gênero e sexual. Todas as emissoras praticamente têm ou já tiveram rostos conhecidos da geração MTV em suas telas: Astrid Fontenelle, Fernanda Lima, Marcos Mion, Zeca Camargo, Sabrina Parlatore, João Gordo, Didi Wagner, Titi Muller, Sarah Oliveira, Penélope Nova, Soninha Francine, Cazé, Daniela Cicarelli, Gastão, Edgard Piccoli, Luis Thunderbird, Luisa Micheletti, Adriane Galisteu, Maria Paula, Fábio Massari… bom, a gente poderia ficar aqui uma vida listando todos os nomes que passaram por lá.

A MTV era uma referência, uma escola musical. Na sua grade era possível encontrar as principais novidades da música em programas que variavam de estilo: iam do hip-hop e do rap com o Yo! ao que havia de mais inovador na cena eletrônica com o AMP. Tinha também programas que jogava na nossa cara o melhor da cena indie e underground, eis o Lado B e aquilo que era o mais puro mainstream, com o Disk MTV.

DISK MTV

O Disk MTV era um dos pontos altos da programação da emissora. Foi um dos programas que mais durou. Foi ao ar de 1990 até meados dos anos 2000. Depois retornou, com outro nome: Top 10. O Disk era a “parada” da MTV, o ranking dos mais pedidos pela audiência. Consequentemente, era um dos carros-chefes, um dos programas de melhor audiência e maior repercussão.

Assistir ao Disk era quase que uma obrigação para quem queria saber o que tava rolando na cena musical jovem, no sentido popular. Era lá que a gente viu nos anos 90 a consagração de movimentos culturais como a ascensão das boy bands. Nos anos 2000 vimos o forte crescimento da cena Emo e dos coloridos. O Disk era um termômetro do que a “galera” mais estava ouvindo.

Era lá, também, que era possível ver os clipes mais atuais e ainda conferir entrevistas com nossos artistas favoritos. Se estivesse “bombando”, inevitavelmente passava por lá. Teve Hanson, Christina Aguilera, Westlife, Lara Fabian, Shakira, Ricky Martin e muitos outros além, claro, de toda galera da música brasileira, de Legião Urbana até Nação Zumbi… enfim, todo mundo que fez sucesso, pisou por lá!

SABRINA PARLATORE

Sabrina foi a VJ que mais se aproveitou do “boom” do Disk MTV. Durante sua permanência como apresentadora do programa, Sabrina Parlatore viu o pop virar ouro. Foi na sua geração que tivemos o boom da internet e a cabeça do jovem estava ainda mais a milhão com tantas e tantas mudanças acontecendo de uma só vez.

Falava-se em internet, em download ilegal, em mp3, em Napster, em globalização como nunca havia sido falado antes. A indústria musical vivia uma transição sem precedentes e que nem os mais afoitos poderiam prever. Afinal, quem imaginava, no final dos anos 90, que hoje teríamos uma indústria de streams tão poderosa? E o YouTube e tudo o que ele mesmo causou na própria história da MTV, não somente no Brasil, mas em todo o mundo?

Sabrina Parlatore era a “queridinha” da emissora. Era o rosto que as meninas queriam imitar. Quantos e quantos relatos eram lidos por e-mail, na época, de garotas que ficavam na frente do espelho imitando a apresentadora? Sabrina era a irmã mais velha que todas queriam, ou melhor, a melhor amiga que não dava pra desgrudar. Além de ter sido “crush” de muitos e muitas por aí.

Caso você não tenha vivido essa época de ouro da MTV, vou fazer uma analogia para melhor compreensão. Sabe aquele seu Youtuber favorito que tem milhões de seguidores ou aquela ItGirl que você segue no Insta e que tem zilhões de likes e seguidores? Pois bem, é exatamente o que a Sabrina representava na época de ouro da MTV. Era um fenômeno. Quantas e quantas campanhas publicitárias ela fez para o target jovem!?! Era o rosto do momento.

Alguns anos mais tarde Sabrina acabou seguindo sua carreira, saindo da MTV, indo para a TV aberta e conforme os anos foram passando, foi se distanciando do mundo musical. Mas tinha uma pontinha, dentro dela, que sabia que o mundo iria dar voltas e que esse assunto iria lhe cair como luva novamente.

Música Inspira

Não há dúvidas de que a música tem um poder transformador. O poder é ainda mais intensificado quando a gente tá passando por um momento não tão legal. Pois bem, Sabrina Parlatore sabe bem o que é estar num momento como esse.

Depois de anos afastada do mundo musical e, mesmo todo mundo sempre associando sua imagem à MTV e ao seu envolvimento com o assunto, Sabrina decidiu que era hora de realizar um sonho. Vale lembrar que durante os anos que esteve na MTV Sabrina, por algumas vezes, cantarolava nos programas que apresentava, de forma bastante descontraída, quase nunca se levando a sério e de forma bem tímida.

A brincadeira acabou. Em 2014 decidiu investir na carreira de cantora, já que sempre os comentários foram de apoio para sua voz doce e muito bem afinada. E não somos nós que estamos afirmando isso. Nomes como Ivete Sangalo, Maria Rita, Samuel Rosa, do Skank, e João Barone, dos Paralamas do Sucesso  já manifestaram publicamente seus elogios para ela. Fez algumas pequenas apresentações e veio o susto. A apresentadora foi diagnosticada com câncer de mama e aí tivemos a virada.

Só quem passa por um tranco destes sabe como sua vida pode mudar diante da possibilidade de ter que interromper uma série de planos, sonhos. E foi isso que fez com que ela repensasse sobre o que realmente gostaria de fazer. Engraçado como a vida dá uns tapas na nossa cara para gente acordar e recalcular a rota das nossas vidas, não é mesmo?

Com o tratamento super bem sucedido Sabrina decidiu que era, de fato, a hora de seguir com seu sonho. E assim tem sido. 2017 tem sido um ano incrível para ela. No auge da sua melhor forma, a apresentadora participou da primeira temporada do novo reality musical da TV Globo, o Popstar, só com rostos conhecidos. Foi elogiada semana a semana por grandes nomes como Roberto Menescal, Fafá de Belém e tantos outros talentosos artistas da nossa música nacional.

O PALCO, ENFIM. 

Rolou, na semana passada, em São Paulo, o primeiro grande show da apresentadora, agora cantora. Sabrina lotou o teatro Porto Seguro, numa terça-feira, para mostrar a que veio e para firmar que agora não tem mais volta: está pronta para os palcos e que venham as apresentações que ela já tinha em mente há anos e anos. O sonho virou realidade, de verdade.

Sabrina Parlatore flerta com a bossa nova e com o jazz de forma tão suave. Sua voz combina tão bem com os dois gêneros. E quando traz canções do universo pop para esses estilos então? Você precisa vê-la cantando “Smooth Criminal”, de Sade. Eu vi.

#sabrinaparlatore #cantora #show #musicaaovivosp #teatroportoseguro #teatro #musicadaboa #sade #sensacional

A post shared by ONE MAKER ARTS (@onemakerarts) on

 

Se você gosta de música pé no chão, sem cantaroladas afetadas, pode apostar que vai curtir do som da Sabrina. Por enquanto suas apresentações são baseadas apenas em covers de grandes sucessos da música. No repertório de suas apresentações tem Nina Simone, tem Tom Jobim, Cazuza, Marina Lima, Carole King… ela faz uma verdadeira ‘Mistura Fina’, aliás foi esse o nome do espetáculo de terça.

Além da boa música, a mensagem deixada por Sabrina é bastante clara. Aliás, são duas as lições aprendidas: a primeira é a de que não devemos esperar que eventos drásticos aconteçam em nossas vidas para que a gente realmente enxergue que os nossos sonhos são maiores e que devemos SIM ter a coragem de apostar neles e correr atrás para que virem realidade; a segunda lição é para gente aprender a se observar mais. Sabrina ficou anos e anos afastada do mundo musical, pelo menos na TV, e hoje retoma toda sua carreira em torno de um assunto que lhe era constante nos anos 90. Muitas vezes as respostas que procuramos para nossas vidas estão bem diante dos nossos olhos.

Que bom que ela reencontrou a resposta que procurava. E cada vez mais a Música Inspira! Que venham os shows, que venha seu disco, que venha uma carreira cheia de coisas boas e de música que vem do coração. Nos inspire.


Que tal seguir a gente no Instagram e no Facebook? Só vem e fique por dentro do mundo da música com bastante inspiração! E tem nosso Twitter também.

Tagged with: