Mabel: conheça a nova estrela do pop!

Mabel a nova estrela do pop

Uma das coisas mais legais que a internet nos proporcionou nestes anos é o acesso rápido a novos artistas. Muitos deles ganham sucesso quase que do dia pra noite e passam a figurar entre os maiores nomes da indústria da música. A bola da vez é a cantora Mabel. E vale ficar de olhos bem abertos para esse furacão.

Finalista do Critic’s Choice, de 2018 e indicada ao prêmio de Revelação do Ano, do Brit Awards 2019, Mabel, nascida em Málaga, na Espanha, criada na Suécia e agora residente em Londres (ela tem nacionalidade britânica) tem conquistado fãs ao redor do globo e chama atenção onde quer que vá.

Mabel é filha da cantora Neneh Cherry e do produtor do Massive Attack Cameron McVey, além de ser irmã de Marlon Roudette, cantor mediano que tem alguns hits nos charts ingleses. Marlon também é compositor e produtor e tem ajudado a irmã nas suas letras e produções. Com tanta música correndo dentro de casa, difícil seria ela seguir um caminho diferente.

mabel: anota aÍ ESSE NOME!

Muitos podem ser preconceituosos ao dizer que a vida de Mabel foi fácil e sua entrada na música, mais fácil ainda por ter pais influentes neste meio, mas isso tira o crédito do talento da garota? Aliás, o seu som passa um pouco distante daquilo que a mãe e o pai fazem, fazendo com que Mabel crie o seu caminho, com o seu próprio estilo e vontades.

O primeiro single da cantora a ganhar destaque foi a faixa Finders Keepers, lançada em 2017. O single alcançou a oitava posição dos charts ingleses, número ultrapassado apenas em 2019 com o carro chefe da sua mixtape, o hit Don’t Call Me Up que alcançou a terceira posição.

Ivy To Roses – a mixtape – é praticamente um álbum. São dezesseis faixas que merecem sua atenção. Entre elas estão também a ótima Ring Ring, do DJ e produtor Jax Jones que traz Mabel nos vocais e a participação do rapper Rich the Kid. Outro destaque já conhecido dos fãs é a canção Cigarette, da cantora Raye com a Mabel e da poderosa Stefflon Don.

Acho que já deu pra sacar que o estilo de Mabel é uma mistura de sons eletrônicos, R&B e letras pop chiclete com extremo apelo comercial, né? Potencial puro para agradar e se destacar nos rankings mundo a fora.

Os números acumulados já são impressionantes: a cantora já ultrapassou a marca de 500 milhões de audições nos principais serviços de streaming e mais de dois milhões de singles vendidos apenas na Inglaterra. Vale lembrar que tudo isso sem ter lançado um álbum sequer.

As inspirações de Mabel? Entre seus favoritos estão Beyoncé, Stevie Wonder e Minnie Ripperton.

FRIENDS WITH BENEFITS

A carreira de Mabel tem deslanchado fazendo dela a nova estrela do pop. Não estranhem se logo logo o seu nome figurar nas famosas A-lists e suas músicas estarem nos principais charts desse mundão.

Outro fator que contribuiu e muito para que o nome da cantora ganhasse notoriedade foi o fato dela abrir parte da turnê solo de Harry Styles, facilitando que seu estilo provocativo e descolado criasse rápida identificação entre os jovens.

As parcerias de Mabel são bem vistas entre os descolados. O single Don’t Call Me Up, por exemplo, é resultado da parceria da cantora com Steve Mac e Camille Purcell que já trabalharam com grandes nomes como Ed Sheeran, Years & Years, Rita Ora – Steve -, Clean Bandit e Little Mix, no caso de Camille. Com esse timão não tem como dar errado, não é?

Ah! Se tiver procurando por material físico da cantora, ela disponibilizou no seu site a mixtape em edição especial em vinil que vem autografado! Corre porque são cópias limitadas e podem ser compradas aqui.

Tagged with: